Em memória do escritor e promotor da cultura popular portuguesa.

'Entre quem é'

Ver todos os artigos do blogue
  • O vinho

    Ilustração de Edmund J. Sullivan para o Rubáiyát de Omar Khayyám.

    UM HOMEM EMBRIAGA-SE quando tem muito que dizer e pouco ou nada que fazer. Pelo menos nesta aldeia é assim.

  • Corrida de almudes

    Corrida de cântaros em Alijó (do espólio do autor)

    Ainda me lembro de um rapaz e de uma rapariga que, na minha aldeia, corriam ao desafio, cada qual com o seu caneco de almude cheio de vinho mosto à cabeça.

  • Alguns utensílios agrícolas

    Ilustração de Nuno Barreto para Poemas Durienses de António Cabral

    Corta em asa, intensa e oblíqua, onde a mão humana. Não tem ideias, porém a mão a torna calculada. Então a vida sobre o instantâneo suporte abre caminho. A vida contra a vida re- partida à espera de re-ser. [...]

Oliveira a do meu avô, figueira a do meu pai e vinha a que eu puser. — Jogos populares e provérbios da vinha e do vinho