O mar e as águias

AMOR

Já sabeis: no princípio está o amor,
– Amor que nunca dá o que oferece,
Amor que se realiza só em dor.

Mas se amar é falhar que vale amar?
E porque andamos nós de olhos e mente
Em incêndio, em desejo, em chaga viva,
Nunca chegando, nunca sossegando…
Porque é que andamos nisto sempre, sempre?

Ah! se amar é falhar, e não paramos,
É que há uma força que nos faz andar
E que há-de ser o termo do que andamos.

Pesquisa PORBASE
REF: omar Categoria: Etiquetas: ,

Descrição

O título deste livro de “poesias” – livro, digamo-lo desde já, de uma esmerada apresentação gráfica – encontra-se justificado em “Espectativa”: Se se abrirem os diques/Seja o que Deus quiser:/O melhor é andar sobre as ondas,/Andar, sem temer. //As bóias não têm medo e as águias também não./O seu combate e o seu triunfo é o mar./Alguém fez dos meus braços duas águias,/Dos meus pés duas tábuas de boiar.
O mundo deste poeta – mundo que ainda não chega de todo a ser cosmos – é o mundo da labilidade das coisas e da ousadia do sonho, da sedução temporal e da nostalgia do eterno, da insatisfação que vem do imediato e da confiança que se põe em Alguém, porque se sabe que “A vida é um prelúdio,/O princípio é Deus.”
Como realização poética, deparam-se-nos belos momentos nem sempre suficientemente acompanhados e depurados por um autêntico ritmo de duração interior. Porém esse ritmo talvez o tempo e a vontade de aprofundamento o possam intensificar. 1

Este trabalho é na verdade um belo conjunto de 42 poesias que António Cabral, autor de pródiga inspiração nos dá abordando os temas mais variados e os mais delicados, tratando-os com a clara e a subtileza dum verdadeiro poeta. Pequenos poemas cheios de sincera expressão que certamente serão lidos e meditados por os amantes deste género literário que felizmente, entre nós, ainda tem imensos cultores. 2

  1. SOBREIRA, V. – O mar e as águias. Brotéria. Lisboa. Vol. LXIV (janeiro de 1957)
  2. “O mar e as águias” por António Cabral. Comércio do Porto. Porto (27 fevereiro 1956)

Informação adicional

Descrição física

Data de publicação

Editora

Local de publicação

Outros autores

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O mar e as águias”

Também pode gostar…

  • Falo-vos da montanha

    Falo-vos da montanha

    22.00
    Adicionar
  • A tentação de Santo Antão

    A tentação de Santo Antão

    15.00
    Adicionar